Senado veta decisão da ANAC que permitia a cobrança de taxas para despachar bagagens em vôos nacionais e internacionais

Atenção senhores passageiros! Ainda não é certeza, mas quem está pensando em viajar a partir de março de 2017 poderá ser cobrado ao despachar bagagens em vôos nacionais e internacionais.

A ANAC havia aprovado uma medida que permitia as companhias aéreas a cobrança de taxas conforme seu interesse ou quantidade de malas despachadas, liberando-as da franquia obrigatória. Mas semana passada o Senado brasileiro vetou tal cobrança.

Despachar bagagens será cobrado a partir de 2017!Enquanto alguns acreditassem que tal medida ajudaria a reduzir os preços das passagens, muitos estavam preocupados em pagar caro para despachar bagagens, principalmente aqueles que estão pensando em fazer compras em Orlando!

A medida aprovada pela ANAC não regulamentava o valor das tarifas que seriam cobradas para despachar bagagens para incentivar a concorrência e a melhoria dos serviços oferecidos por cada companhia aérea.

Em contrapartida, ANAC – Agência Nacional de Aviação Civil havia aumentado para 10 quilos a franquia de bagagem de mão permita a bordo, por passageiro.

O problema é que estamos falando de Brasil, e do jeito que são as coisas não temos como saber se este veto definido pelo Senado durará muito tempo.

 

FRANQUIA PARA DESPACHAR BAGAGENS

Atualmente, as companhias aéreas são obrigadas a oferecer gratuitamente a franquia de um volume de até 23 quilos para viagens nacionais e de até dois volumes de 32 quilos nos trechos internacionais.

Caso sua viagem internacional tenha uma conexão nacional, valerá a franquia maior para despachar suas bagagens.

E esperamos que continue assim!

Quer viajar para os Estados Unidos?

Confira este conteúdo que escolhemos especialmente para você:

Compartilhe e avise seus amigos que irão viajar que despachar bagagens será cobrado em breve!

Comentários

Compartilhe conosco a sua opinião.